Falando Sobre Transição - Parte 4 - Quando a Mudança Acontece Apenas por Fora

Olá, queridos tudo bem?

Já fazem alguns dias em que eu estou muito pensativa com toda a revolução onde as mulheres estão assumindo seus cabelos naturais aqui no Brasil. Este movimento tomou um vulto tão grande que as empresas começaram a investir pesado em produtos voltados para nós, cacheadas e crespas.

A quantidade de informação que há para quem está começando a dar os primeiros passos nesta caminhada é infinitamente maior em comparação à época em que eu decidi parar com o relaxamento. E na mesma proporção, também encontramos produtos desenvolvidos especialmente para nossos tipos de cabelo. Sem dúvida, está mais "fácil" assumir a cabeleira porque tudo o que uma pessoa que está na transição necessita aprender está a um clique de distância!


Apesar de ficar feliz por tantas mulheres, moças e meninas encontrarem o caminho de volta às suas raízes, alguns comportamentos me deixam um tanto quanto preocupada e é sobre isso que eu quero conversar com vocês!

A transição é uma mudança não só da aparência, mas da maneira como enxergamos a nós mesmas diante do espelho! É neste período que paradigmas, esterótipos, padrões, estigmas sociais, entre outros são eliminados, afinal, eles são "desmascarados" primeiramente em nós e é algo tão profundo que as outras pessoas logo começam a perceber que a gente mudou.

O que me preocupa são mulheres que viveram a transição e mesmo assim não conseguiram aceitar o seu tipo de cabelo. Isso fica nítido na maneira como elas lidam com ele. Já ouvi alguém dizer: "Volume não combina comigo, mas com mulheres negras e eu tenho pele clara!" Ouvindo uma atrocidade como essa a gente consegue detectar bem rapidinho que alguma coisa está muito errada não porque alguém tem uma preferência, afinal, gostar de volume ou não é muito particular, mas a partir do momento que não se consegue admitir as próprias raízes, fica muito pior! E na minha humilde opinião, não adianta bater o pé! O teu cabelo não nega a tua ancestralidade, ainda que tua pele seja mais clarinha, ele reflete a linda miscigenação que há em você!



Eu acredito que toda essa mudança tem seu lado positivo, mas ainda há muito trabalho pela frente! A desconstrução de uma imagem distorcida pelo sistema de beleza preconceituoso que estivemos subjugadas a tantos anos, é sem dúvida um grande desafio, do qual nós não podemos desistir! Além da geração que já está aí, existe aquela que virá e precisa encontrar um mundo com seres humanos que vejam o seu próximo com admiração e respeito.

Quanto àquelas que insistem em "brigar" como o seu cabelo, tento aconselhar, mas é muito difícil convencer alguém quando a transição ocorreu apenas no exterior! Por isso ainda é comum ver mulheres infelizes querendo voltar ao alisamento! Elas até que tentaram, mas a verdade é que a autoaceitação é um exercício diário, um verdadeiro confronto com você mesmo, um duelo onde você poderá vencer, desde que esteja receptiva! Quando isso não acontece, a frustração toma conta e onde deveria haver atitude, somente existem desculpas! Não quero dizer que é fácil, pois eu sou prova viva de que não é! Além disso, cada caso deve ser analisado com muito cuidado, sem julgamentos!


Por essas e outras que eu não vivo tentando convencer as pessoas a deixarem seu cabelo ficar natural, afinal, esta é uma decisão extremamente pessoal e intransferível rsrs. Quer entrar na transição? Lembre-se que a partir deste momento você irá precisar estar disposta a se conhecer, se resguardar da "língua" alheia e de quebra, ter muita atitude para passar por cima do racismo velado que existe em frases como a que eu citei acima! 

Para quem está em transição, continue firme, pois o resultado final valerá a pena! Sucesso a todas vocês!


Confira também os outros posts da Série Falando Sobre Transição:

Falando Sobre Transição - Parte 1 - Principais Dúvidas

Falando Sobre Transição - Parte 2 - Kit Básico Para o Cuidado com os Cabelos

Falando Sobre Transição - Parte 3 - A Decisão

Por hoje é isso! Espero que tenham gostado e até o próximo! Beijinhos!


4 comentários:

  1. Oi, amiga, ainda me lembro de quando discutíamos sobre a dificuldade de encontrar fórmulas liberadas por aqui......Agora, com o dólar tão alto, nem sei se vale a pena trazer de fora......Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, amiga! Felizmente as indústrias brasileiras estão acordando para nós! Acho que só quem quiser realmente uma determinada marca irá continuar pedindo né? Beijos.

      Excluir
  2. Ai Aninha que lindo tudo organizado !
    A melhor e mais difícil mudança , é a de dentro para fora .
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, minha linda! :)
      Verdade, a mudança exterior deveria ser o reflexo do que está dentro, mas infelizmente algumas meninas não deixam isso fluir! :/
      Beijos.

      Excluir

Obrigada por vir! Bjs.



Curta nossa fanpage!