Óleo de Palma

Oi gente, beleza?
Apesar das minhas experimentações com óleos industrializados, minha paixão pelos óleos vegetais continua firme e forte!
Por mais que um óleo que a gente compra nas grandes lojas de cosméticos seja bom e dê resultados positivos, tenho que admitir que a ação do óleo vegetal nos cabelos é inigualável, pelo menos para mim rs.
Meses atrás comprei o óleo de Palma para experimentar. Encomendei na loja virtual Sabão e Glicerina, da qual sou sou cliente há tempos.






Quando vi a textura deste óleo, achei interessante porque parece um creme ou um doce gostoso de leite rsrs.
Diz aí, se não parece um docinho? Vontade de comerrrr rsrs.  O.O







Movida pela curiosidade, fui pesquisar um pouquinho sobre o óleo de palma e encontrei informações muito interessantes a respeito dele e lógico que vim compartilhar com vocês, meus amigos! *-*

Conhecendo Um Pouco Mais Sobre o Óleo de Palma (Elaeis guineensis)
A palma é uma das oleaginosas (vegetais ricos em óleos e gorduras que podem ser extraídos através de processos adequados) que pode produzir vinte vezes mais do que a soja e é a única que produz dois tipos diferentes de óleos, com características diferentes entre si.
Conhecemos o azeite-de-dendê, muito usado na culinária brasileira e angolana, produzido a partir do fruto da palmeira, o dendezeiro. Fonte natural de vitamina E, que atua como antioxidante.
O óleo de palmiste é um dos produtos extraídos da palma, retirado da amêndoa deste vegetal. Rico em ácido láurico (ácido graxo encontrado no óleo de côco e óleo de palma. Atua como antiinflamátório e acredita-se possuir propriedades antimicrobianas e estimular o sistema imunológico), apresenta-se em forma pastosa de coloração branca, quando em temperatura ambiente. Em temperaturas elevadas, torna-se líquido e com cor levemente amarelada (percebi esta mudança de cor no meu óleo, devido ao calorão de Cuiabá).
No setor alimentício, é amplamente utilizado na fabricação de chocolates, onde o mesmo pode substituir a manteiga de cacau. Além disso, tem seu lugar em outras áreas, como na indústria cosmética (a empresa L´Oreal utiliza muito o óleo de palma em seus produtos…repare o rótulo da linha Elsève), em sabonetes, detergentes, lubrificantes, indústria oeloquímica, entre outras.

Óleo de Palma no Cabelo
Desde que comprei o óleo, me surpreendi com os resultados. Já misturei às máscaras de tratamento, apliquei antes do leave-in, no cabelo seco, e até como selante. Acompanhem um pequeno relato das minhas experiências com este fabuloso óleo!

Antes do Leave-in…
Com os fios úmidos, aplique o óleo de palma, enluvando mecha por mecha e depois aplique o leave-in. O cabelo seca disciplinado e com um brilho maravilhoso! Amooo! ;)

Selando os fios…
No fórum Encaracoladas, aprendi a usar a manteiga de Karité como selante, após o leave-in, o que além de ajudar a manter os fios hidratados, faz com que eles fiquem com cachos mais definidos. E realmente funciona, mas na época, eu acabei desistindo porque eu estava em transição e a manteiga de karité acabava pesando demais no cabelo.
Hoje a realidade é outra, porque o crespo natural “pede” óleo e dificilmente pesa com óleos vegetais ou manteigas. Voltei inclusive a usar a manteiga de Karité…outro grande caso de amor que mantenho! *-*
Foi pensando nisso que tentei fazer o processo de selar os fios com o óleo de palma e fiquei impressionada o quanto ele define ainda mais as molinhas, deixando-as mais lindas!
Você terá que encontrar a quantidade de óleo adequada ao seu cabelo. Tem que testar até chegar ao ponto certo!

Umectando…
Sabe quando o cabelo tá “gritando” SOS? Faça uma bela umectação de fios com o Óleo de Palma.
Envolva as mechas com o óleo e capriche na aplicação, levando até as pontas. Enluve bem, para que elas para que também recebam o carinho do óleo (geralmente esquecemos de cuidar dessa parte tão importante do fio). Se vc está com pontas porosas e fragilizadas, fica aí mais essa dica de cuidado com este e outros óleos de sua preferência. Lembrando que esse é um tratamento auxiliar, sendo necessário que um profissional avalie a necessidade de um procedimento mais intensivo com produtos específicos, em alguns casos.
Particularmente, gosto de aplicar e deixar o óleo nos fios até o dia seguinte. Quem não curte dormir com óleo no cabelo pode deixar por 30 min e depois lavar como de costume.
Os resultados são impressionantes! O cabelo fica com um brilho e maciez e aspecto de saúde indescritíveis. Eu amo tanto este óleo que quase não tenho usado o azeite de oliva (outra paixão).
Acho o resultado com o óleo de palma superior ao do azeite. Mas essa comparação é muito particular e baseada nos efeitos que sinto ao usar um ou outro, ok?
É isso aí, meninas! Espero que tenham gostado da matéria! Façam testes com o óleo de palma e compartilhem o resultado aqui com a gente!
Beijo grandeee! ;*





Fontes: Wikipedia, www.agropalma.com.br, http://www.aboissa.com.br/produtos/view/613/oleo_de_palmiste, http://www.oleodepalmiste.com.br/



0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por vir! Bjs.



Curta nossa fanpage!