Yamasterol Branco




Oi gente, tudo bem?
Antes de falar sobre o Yamasterol, quero abrir um pequeno parêntese para comentar o quanto eu estou muito feliz hoje! Não é ótima a sensação quando percebemos que nosso esforço vale a pena? Pois é assim que me sinto!
Ontem foi um marco na minha trajetória capilar! Depois de ter feito um corte “joãozinho”, pela primeira vez consegui fazer um rabo de cavalo! \O/ . Fotos em breve!

Voltando ao Yamasterol…
Há um tempinho atrás eu fiz uma postagem sobre o Yamasterol amarelo e esse post é um dos mais acessados aqui no blog. Obrigada meninas! Todas vocês que lêem tudo o que escrevo! Não tenho palavras!

Pois bem, finalmente eu consegui me acertar com o Yamasterol branco, cheguei a comentar no post Água de Amla que eu estava dando uma nova chance à esse produtinho rs. Inclusive a foto que publiquei lá foi com o cabelo seco, finalizado com ele.

Apesar de não ser um produto em lançamento e tals, o yamasterol é um creme que muita gente tem um certo tabu por ser barato demais ou simplesmente não consegue se adaptar à ele. Porém, é um produto que vale a pena insistir e descobrir o melhor modo de utilizar. 

Leiam aqui a experiência de uma amiga e leitora que compartilhou os resultados que obtém com esse creme! Muito bacana!

Na postagem que fiz sobre o histórico capilar da Tânia, vocês também podem conferir o relato dela sobre o uso do yamasterol em seus cabelos! Dêem uma passadinha lá e vejam a foto dos cachos que ela conquistou. Maravilhosos amigas!

Na verdade, tanto o amarelo quanto o branco precisam de uma dose extra de óleo vegetal. Principalmente meninas que têm cabelo muito seco.
Já atestei que ambas as versões, ao serem aplicadas nos fios, ficam ótimas nos primeiros dias, mas o cabelo não fica tão hidratado com o passar do tempo, é quando começa a ressecar e pode até surgir frizz. 

Isso acontece porque um cabelo afro, ou que esteja danificado e ressecado, necessita de produtos bastante hidratantes, ricos em óleos
(Óbvio né? Mas tem gente que ainda está aprendendo, como eu aprendi um dia). E vamos combinar que o Yamasterol não tem uma fórmula tão rica assim! Por isso que adiciono óleo vegetal e é quando o produto simplesmente se tranforma! 

No caso do branco, bastou um pouco de azeite extra-virgem e “tcharan”, ficou bom pra caramba! Cachos bem definidos, com um brilho sem igual, macios e muito cheirosos!

Me reencontrar com este produto para mim foi muito importante, já que estou em uma nova busca por finalizadores mais em conta e que me ajudem a substituir o Kolene Oliva, que foi recentemente reformulado e adivinhem…tem tutano mas também tem parafina…palmas para eles!!!! Mais um produto parafinado no mercado! #sacocheio.

Aliás, quero aproveitar para deixar meu protesto a respeito do SAC da empresa fabricante do Kolene, que me surpreendeu com a falta de resposta quando indaguei sobre a nova formulação desse creme! Sentei, cansei e deitei…tô até agora esperando um retorno deles!!! Quanto descaso!!! Pra que ter um SAC se não dão resposta aos seus clientes???? Puro desrespeito ao consumidor! 

Mas não vou finalizar este post assim tão revoltada! Ainda bem que existem opções, são poucas mas existem! Uma delas é o Yamasterol! Um viva para ele! \o/

Beijosssss e muitos cachos meninas! ;)

Atualizando...infelizmente este produto não é liberado para rotina No Poo! (04/09/12)








0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por vir! Bjs.



Curta nossa fanpage!