Finalmente Usei a Triphala! \o/

Olá pessoal, boa tarde!

Estou meio ausente do blog esses dias por falta de tempo total!

Hoje eu precisava mesmo vir aqui para falar com vocês sobre a Triphala.


Como já postei anteriormente aqui, a Triphala é uma mistura de 3 ervas e além de ser utilizada na culinária e como medicamento pelos indianos, também oferece benefícios ao ser aplicada sobre os cabelos, fortalecendo e estimulando o crescimento dos fios!

Além do que a Triphala combate alguns problemas do couro como oleosidade e caspa! Beleza né? Então vamos conferir:

Minha Mistura

2 colheres de café de Triphala;
Condicionador Multivegetal – não há uma quantidade exata, apenas a suficiente para dar consistência cremosa;

Óleo Vatika – mais ou menos uma colher de sopa.

 Não adicionei água, mas tem pessoas que gostam de dissolver o pó desta maneira, nesse caso fica a critério de cada um.

Inicialmente juntei o óleo Vatika à Triphala e misturei até que ficasse bem homogêneo. Depois adicionei o condicionador Multivegetal até que a consistência ficasse como a de um creme bem grossinho. Isso porque facilita a aplicação e evita desperdício de material.

Guardei essa mistura durante dois dias na geladeira. No dia em que fui usar, ele estava bem durinho. Daí coloquei apenas algumas gotinhas de óleo Vatika para amolecer, misturei bem e apliquei nos fios, após lavar o cabelo com xampu.
Deixei agindo de 2-3 horas. Enxaguei em seguida e não utlizei nenhum produto após. Apenas finalizei com o leave-in de costume.

AMLA X TRIPHALA

Eu ainda não postei aqui minha experiência com a amla, mas já estou preparando um post sobre essa maravilha, aguardem! Porém, não posso deixar de registrar as diferenças que percebi quanto ao uso de um e de outro.
1- Aparência: o pó da amla é de cor puxada para o marrom, muito fininho, tem que ter cuidado ao manusear porque ele voa fácil, como se fosse um talco. Já o pó da Triphala é bem escuro, um marrom bem forte com alguns pontinhos mais claros que se destacam e parece com terra.

2- Condicionamento: A amla deixa o cabelo muito mais macio do que a triphala. A amla é um poderoso condicionante natural dos fios. Já a triphala deixa os cabelos menos emolientes, porém mais fortalecidos. Tive a mesma impressão ao toque, de quando utilizo um reconstrutor.

3- Definição dos cachos: A amla define bem os cachos, quem tem molinhas mais apertadas como eu, sofre com o encolhimento. Felizmente esse efeito é minimizado com o passar dos dias. Com a triphala percebi que o cabelo definiu mas os cachos ficaram mais abertos.

4- Consistência: a mistura com amla pura é muito mais cremosa do que a com a triphala, que fica com aspecto mais endurecido e isso fica mais evidente quando a mistura é feita e guardada em geladeira.
5- Enxague: a amla é muito mais fácil de ser removida dos fios! Gastei mais tempo embaixo do chuveiro retirando a Triphala. Inclusive tive que utilizar um pente para remover todo o pó do cabelo.

Atenção: utilize luvas para aplicação e protetores para a roupa para evitar manchas.

No caso, eu utilizei o da Multivegetal porque era o que eu tinha disponível. Confesso que usei com muita dó porque é um excelente condicionador e querendo ou não na misturinha a gente acaba usando uma quantidade boa para dar uma liga.

Outra coisa: escolha um dia em que vai ficar em casa para fazer esse tipo de tratamento. O tempo de pausa é um detalhe importante e a frequência do uso também. Fazer a mistura e guardar em geladeira para descansar é ótimo porque o creme cria uma textura excelente para a aplicação. Já deixei misturas durante até uma semana e continuaram próprias para o uso.

Resultados:

Posso dizer que adorei usar a triphala! Ouso mesmo afirmar que senti como se tivesse feito uma reconstrução. O melhor disso tudo é que o produto é natural!

Super recomendo! E aí? Vai ficar olhando? Experimente também!

Mil beijos!

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por vir! Bjs.



Curta nossa fanpage!